brazilyellowpages.com

Google

[Under Construction]

BRAZILIAN PRODUCTS

TRADUÇÕES JURAMENTADAS

PASSAGENS

MEDICAL INFORMATION

IMPORTERS

INTERNET

JOBS

MYSPACE

WEB HOSTING

CIFRAS MUSICAIS

REAL ESTATE

ARTICLES

COFFEE

MORTGAGES

AUTO RACING

RECEITAS

EXPORTERS

PERSONAL FINANCE

CREDIT ISSUES

 TRAVEL

ARTIGOS

CRÔNICAS

FUTEBOL

 

OUTROS ARTIGOS CLIQUE AQUI

Não se esqueça de visitar meu blog CLIQUE AQUI

 

LÍNGUA DE GATO 

Por Carlos de Paula

 O prédio onde morei durante a minha infância toda ficava perto de uma loja da Kopenhagen. Tenho um carinho especial pelos produtos da empresa, e um dos que eu mais gostava era a Língua de Gato. A caixinha era muito bonita, ilustrada com um gato de linguinha de fora, o chocolate delicioso, e até o formato do chocolatinho me dava prazer. Confesso que fiquei um pouco contrariado ao descobrir, recentemente, que era uma imitação de um produto tradicional que existia na Europa, chamado “Langue de Chat”. Jurava que era uma criação brasileira. Ufanismos chocolateiros a parte, caí na real de que muito do “tradicional” que existe no Brasil é imitação de algo estrangeiro.

 

Uma das maiores polaridades da humanidade concerne o gato e o cachorro. Os amantes dos gatos acham os cachorros babões, barulhentos, fedidos, etc etc.. Os que preferem cachorros julgam os gatos traiçoeiros, interesseiros, alegam que não são carinhosos, e são sujos por que não gostam de banho d’água, etc, etc.. Como gosto de todos os animais, não entro nessa briga de paixões. Por uma série de circunstâncias, a principal sendo a proibição de cachorros no meu prédio, tenho gatos. E desde 1988, durante muito tempo tive dois. O mais curioso dos gatos é a diferença de personalidade marcante de cada um. Fazem malcriações à sua moda, e também procuram agradar o dono do seu próprio jeito. Tive um macho e uma fêmea durante muito tempo, Mimo e Ceci.

 

Mimo, como diz o próprio nome, era um gato mimoso. Amigo de todo mundo, fora adotado com três anos de idade, ou seja, já adulto. Já Ceci foi incorporada à minha família quando filhotinha. Mimo era “gente fina” parafraseando o ex Ministro Magri, e Ceci, um pouco antipática e neurótica. Fugia quando entrava alguém em casa, a não ser aqueles do que seu “círculo íntimo”.

 

Uma das coisas que eu mais gostava de ver Mimo fazer era colocar a linguinha para fora. Ficava com a cara muito engraçada, me fazia morrer de rir. Todo dono de bicho é um pouco pancada, e acredita que o animal entende os seus pedidos. Como não sou diferente, vira e mexe pedia ao Mimo para colocar a linguinha de fora, e há muitíssimo tempo não me atendia.

 

Mimo estava doente desde abril de 2003. Teve uma convulsão na minha frente, e o levamos ao veterinário. Disse que estava com um problema sério nos rins, que era incurável. Recebendo soro nas veias o efeito do problema seria amenizado. Só que Mimo foi ficando cada vez mais magrinho, e a agulha e o tratamento eram um grande desconforto para ele. Começamos a espaçar o tratamento, sabendo que, mais cedo ou mais tarde, teríamos que sacrificar Mimo. E o dia veio, um pouco além dos seis meses de vida adicionais previstos pelo veterinário.

 

A sua última convulsão foi terrível. Não tive condições de olhar para ele, enquanto se debatia descontroladamente. Depois de descansar um pouco, abrimos uma latinha de comida, que foi devorada. Parecia ainda ter fome, e abrimos outra lata, também consumida rapidamente. Posso estar louco, mas acho que Mimo pressentia que era o fim.

 

Pouco depois, pôs a linguinha para fora. Ficou assim um tempinho, segundos que pareceram uma eternidade de gozo para mim. Voltou ao normal, e daí a alguns minutos tacou a linguinha para fora novamente, do modo que eu gostava. Foi sua despedida.

 

O desapontamento da Língua de Gato da infância se foi com Mimo. Foi substituído pela alegre língua de gato da despedida do seu derradeiro dia de vida.

   

OUTRAS CRÔNICAS DE CARLOS DE PAULA

A SOPA

DIOGO MAINARDI - O NOVO PF

FRANCESA DE BICICLETA

HUMANOS À VENDA

UM MINUTO DE ABISMO

TIJOLINHO

NÓS TEMOS PIERCING

TAXONOMIA

OPÇÕES E PAIXÕES

O FALSO CALMO

LÍNGUA DE GATO

HAJA PACIÊNCIA

APARÊNCIAS

DOUTORES

POBREZA

FOCO POP: ENTREVISTA COM REGININHA PIMBÓ

ERUDIÇÃO/INTELECTUALIDADE

FOCO POP: PRONUNCIAMENTO DE PRESIDENTE

POLÊMICA PATOLÓGICA

CONVERSA DE REDAÇÃO

MUNDO POLITICAMENTE CORRETO

CANSADO DO MST? CONHEÇA O MSMM

 
Back to Brazilian Yellow Pages
 

Send mail to carlosdepaula@mindspring.com with questions or comments about this web site.
Last modified: October 15, 2007